Economia feminista e solidária

Fortalecendo a autonomia econômica das mulheres

Essa publicação é parte e consequência do desenvolvimento do projeto “Economia Feminista e Solidária: ações para o fortalecimento da autonomia econômica das mulheres”, fruto da interlocução entre docentes e discentes da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), militantes da SOF (Sempre-viva Organização Feminista), mulheres trabalhadoras de empreendimentos econômicos solidários (EES) - particularmente aquelas articuladas em torno da AMESOL (Associação de mulheres da economia solidária) -, uma pesquisadora do Institut de recherche pour le développement (IRD) da França, outra da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e, por fim, gestores do (hoje extinto) Ministério do Trabalho e Emprego e sua Secretaria Nacional de Economia Solidária.

Foi o encontro dessas diferentes pessoas e suas diferentes experiências que gerou esse projeto e foram elas que se envolveram em seu desenvolvimento. Foi assim um projeto tecido a partir desta diversidade: o lugar institucional, o engajamento e ativismo na temática da economia solidária das pessoas da UFSCar; a histórica militância das mulheres da SOF; a militância, a luta diária e cotidiana das mulheres dos EES; o engajamento e a expertise na temática da economia feminista e suas interfaces com a economia solidária da pesquisadora do IRD; a experiência em cartografias sociais da pesquisadora da UNIFESP e o compromisso e responsabilidade política de dirigentes da então SENAES e do MTE.

Acesse o conteúdo do livro ↓

Siga-nos!

Abrir o chat
Posso te ajudar?
Olá!
Posso te ajudar?